Drenagem linfática para desinchar

Quando há retenção de líquidos, inchaço dos pés (mais frequente no verão) ou abdômen ou sensação de peso nas pernas, braços etc. O tratamento indicado é a Drenagem linfática para desinchar.

A drenagem linfática combina com exercícios musculares e posturais específicos, medidas de compressão e a alimentação adequada. Além de resolver todos esses problemas, traz uma grande sensação de bem-estar, pois são manobras suaves, lentas e indolores.

O que é drenagem linfática manual?

Drenagem-linfática-para-desinchar

A Drenagem linfática é um método terapêutico manual, que deve sempre ser aplicado por um profissional de saúde, especificamente por um fisioterapeuta, se quisermos obter todos os benefícios que esse método pode nos proporcionar.

Consiste na ativação manual, por meio de massagem específica, da circulação linfática por estimulação do automatismo dos vasos e gânglios linfáticos, melhorando assim a evacuação do excesso de líquido intersticial.

A linfa é um líquido claro que filtra do capilar arterial para o espaço intersticial ou intercelular. 

Contém substâncias que não podem ser transportadas pelo sistema venoso, como proteínas e gorduras grandes, resíduos metabólicos, glóbulos brancos, ureia, fibrinogênio, substâncias estranhas e bactérias.

Como funciona o sistema linfático?

O sistema linfático corre em nosso corpo como uma rede, paralela ao sistema circulatório, e carrega a sensação de circulação venosa. Primeiro ele capta a linfa dos tecidos através de dutos extremamente finos chamados capilares linfáticos. 

Por meio dos vasos linfáticos, a linfa acaba drenando em um ponto chamado “terminal” localizado na junção das veias jugular e subclávia do pescoço, onde se junta à circulação venosa, tornando-se parte do sangue. 

Nas paredes dos vasos linfáticos existem algumas válvulas, o segmento entre duas válvulas, é o chamado linfangion. Essas válvulas também garantem que a circulação linfática corra apenas em uma direção. 

Por que o inchaço ocorre?

Quando um excesso de fluido sai do espaço intersticial, ele comprime os capilares linfáticos, impedindo que funcionem, resultando em um acúmulo de líquido ou edema. 

A causa pode ser:

Falha ou mau funcionamento do sistema linfático devido a uma mal formação do sistema linfático ou ser secundário a uma remoção de linfonodos (frequente no tratamento cirúrgico de certos tumores), por tratamento com radioterapia ou lesão linfonodal.

Insuficiência venosa.

Aprisionamento dos vasos linfáticos devido ao excesso de gordura

Edema da gravidez pela compressão exercida pelo feto nos vasos linfáticos e pela secreção durante a gestação

Cirurgia, contusão, entorse, fratura…

Alterações hormonais.

Mau funcionamento da glândula tireoide.

Insuficiência cardíaca direita.

Problemas renais.

Doença do sistema digestivo, cirrose hepática, desnutrição.

Como é feita a drenagem linfática manual?

Drenagem linfática para desinchar é feita com nossas mãos, exercendo uma pressão muito suave sobre a pele (menos de 40 mmHg) adicionada a um movimento rítmico e lento de impulso ou transporte.

Drenagem linfática para desinchar estimula a contração rítmica da linfangion, favorecendo que a linfa avance até 40% mais rápido. Da mesma forma, ao estimular diretamente os linfonodos, a lentidão do fluxo linfático à medida que passa por eles é reduzida. 

Existem também manobras de reabsorção de excesso de líquidos e proteínas. A Drenagem linfática para desinchar não é comparável a pressoterapia. Diferente dessa, ela drena apenas líquido intersticial e não proteínas. 

No caso de inchaço linfático, a drenagem linfática é essencial e insubstituível por outra técnica, e deve ser acompanhado de exercícios específicos que aumentem e mantenham o efeito drenante e cuidados com a pele.

Efeitos, além de reduzir inchaço e reduzir medidas a Drenagem linfática para desinchar:

– Melhora a circulação de retorno.

– Regenera o sistema linfático.

– Gera um efeito sedativo e relaxante, atuando no sistema nervoso vegetativo.

– Inibe estímulos dolorosos.

– Regula o tom da fibra muscular lisa e estriada.

– Melhora o sistema de defesa imunológica por superprodução de linfócitos.

– Estimula a função renal.

Agora que você leu sobre Drenagem linfática para desinchar. Temos outra indicação de leitura com bastante conteúdo, que você não pode deixar de ler, referente, a como desinchar o corpo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

Este blog tem a função de tentar esclarecer os assuntos abordados de forma leve e de fácil leitura. Aproveitem e qualquer dúvida é só chamar.

error:
Rolar para cima